Daniela Mercury

Videos - Daniela Mercury

International
Shops

search for music by Daniela Mercury at amazon



search for rare music at Music Stack

Links:
Daniela Mercury
Daniela Mercury

pesquisa  Daniela Mercury

DVDs


Daniela Mercury

Daniela Mercuri de Almeida Póvoas
Nascido - 28/7/1965 Salvador, BA
Biografia

Cantora. Compositora.

Filha de Liliana Mercuri de Almeida e Antônio Fernando Ferreira de Almeida. Passou a infância no bairro de Brotas e estudou no Colégio Baiano.
Estudou dança - balé clássico, afro e jazz - desde os oito anos de idade.
Começou a se dedicar ao canto a partir dos 13 anos. Casou-se aos 19 anos. Nessa época, remdad -->
Composição
A rainha do axé (Rainha má)
Aeromoça (com Gabriel)
Ago Lonan (adaptação)
Alegria e lamento
Alegria ocidental (com Liminha)
América do amor
Discografia
(2016) O axé, a voz e o violão • Biscoito Fino CD
(2016) O axé, a voz e o violão • Biscoito Fino DVD
(2015) Vinil virtual • Biscoito Fino CD
(2014) Daniela Mercury e Cabeça de Mós Todos • Eldorado CD
(2011) Canibália: Ritmos da Brasil • Som Livre CD
(2011) Canibália: Ritmos da Brasil • Som Livre DVD
Shows
Daniela Mercury – A voz e violão (2015) Theatro Net Rio, Rio de Janeiro
Daniela Mercury - “Viradão Carioca” (2013) Parque Madureira, no Rio de Janeiro
Daniela Mercury (2013) Festival de Inverno de Garanhuns, Pernambuco
projeto “Pôr do Som” (2012) Farol da Barra, Salvador (BA)
Daniela Mercury (2012) “Rio Verão Festival”, Estádio do Engenhão, Rio de Janeiro
lançamento do CD “Canibália” (2009) Citibank Hall, São Paulo
Bibliografia
ALBIN, Ricardo Cravo. Dicionário Houaiss Ilustrado Música Popular Brasileira - Criação e Supervisão Geral Ricardo Cravo Albin. Rio de Janeiro: Instituto Antônio Houaiss, Instituto Cultural Cravo Albin e Editora Paracatu, 2006.
ALBIN, Ricardo Cravo. MPB Mulher. (Fotos: Mario Luiz Thompson). Rio de Janeiro: Instituto Cultural Cravo Albin/Elpaso e SESC Rio de Janeiro, 2006.
ALBIN, Ricardo Cravo. MPB, a história de um século. Rio de Janeiro: Atrações Produções Ilimitadas/MEC/Funarte, 1997.
ALBIN, Ricardo Cravo. O livro de ouro da MPB. Rio de Janeiro: Ediouro, 2003.
MARCONDES, Marcos Antônio. (Ed.). Enciclopédia da música Brasileira - erudita, folclórica e popular. 3. ed. São Paulo: Arte Editora/Itaú Cultural/Publifolha, 1998.
Daniela MercuryDaniela Mercury -  Nasceu28/7/1965 - Salvador
Fez parte do conjunto Companhia Clic e em 1991 partiu para carreira solo.
O principal cantora da axé-music, graças ao sucesso de "Swing da Cor" (Luciano Gomes). Tambem - "O Canto da Cidade" (com Tote Gira), "À Primeira Vista" (Chico César), "Todo Canto Alegre" e "Rapunzel" (ambas de Carlinhos Brown)..

Daniela Mercuri de Almeida Póvoas (Salvador, 28 de julho de 1965), mais conhecida como Daniela Mercury, é uma cantora brasileira. Famosa no Brasil e em outros países, Daniela foi back vocal de Gilberto Gil antes de gravar seus primeiros trabalhos como vocalista principal na banda Companhia Clic. Em 15 anos de carreira vendeu mais de 10 milhões de discos (Fonte: Site Oficial).

Daniela iniciou sua carreira solo em 1991. O primeiro Carnaval, que se lembra, foi um em que ela não pôde ir, já que tinha apenas doze anos. Ela se arrumou toda, vestiu uma fantasia de bruxa, querendo ir pelo menos em um baile ou uma festa. Da Ilha de Itaparica, onde morava, avistava, da varanda de sua casa, toda a Salvador iluminada.

Ao ser indagada sobre sua vertente dançante, Daniela declara "sou uma bailarina que virou cantora por acaso". Ela sempre gostou da dança, praticava ballet desde menina e, aos dezasseis anos, já podia até mesmo ensinar (suas amigas diziam que ela tinha "fome de dança"). Daniela sempre foi muito esforçada, ensaiava com dois grupos de dança das 13 às 23 horas e, no outro dia, tinha que ir às 7 horas para a escola. Mas, apesar do cansaço, conseguia fazer tudo. Após isso, Daniela começou a cantar em bares de Salvador, os quais ficavam lotados quando se apresentava. Consta que, às vezes, o público começava a falar alto e Daniela ia abaixando a voz até que os presentes percebessem a descortesia e voltassem a atenção para o palco. Logo, ousou enfrentar a prova de fogo do trio eléctrico - um palco móvel acompanhado por milhares de pessoas pelas ruas de Salvador. Para a artista, não poderia haver melhor escola.

Em 91, com o álbum "Daniela Mercury", emplacou o hit Swing da Cor Brasil afora, mas foi em 92, com o meteórico O Canto da Cidade , que a cantora conseguiu se firmar no meio artístico brasileiro. A canção que dá título ao disco foi um grande sucesso, e ajudou a projetar o samba-reggae num cenário dominado pelas canções sertanejas e estrangeiras, segundo Nelson Motta que, em seu livro, Noites Tropicais, chama Daniela Mercury de "iansã guerreira" e atribui a ela o feito de resgatar um pouco de alegria e auto-estima para o Brasil da era Collor.

O disco, que fez Daniela ser a primeira cantora a atingir a marca de 2 millhões de CDs vendidos no Brasil, consta na lista de "Os cem melhores CDs de MPB" (Sá Editora, 2004), livro elaborado pelo jornalista André Domingues. O disco emplacou sucessos como Batuque , Você Não Entende Nada , Bandidos da América , Só Pra Te Mostrar e O Mais Belo dos Belos - esta última deixa em evidência o amor que a artista tem pelo bloco afro de Salvador Ilê Aiyê, que ficou muito conhecido no Brasil e no mundo por causa de Daniela. Outro destaque é Bandidos da América , que, muito embora não tenha feito muito sucesso, foi a primeira canção a mesclar pop dançante com samba-reggae e até contou com a participação de uma bateria de escola de samba!

O Canto da Cidade também rendeu à Daniela, na programação de Fim de Ano da TV Globo, em 92, um especial gravado em Salvador e no Rio de Janeiro, o qual conta com as participações de Tom Jobim (dueto em Águas de Março), Caetano Veloso (em Você Não Entende Nada) e Herbert Vianna (em Só Pra Te Mostrar). Por todo esse sucesso, Daniela passou a ser chamada de "Rainha do Axé".

Em 94, Daniela Mercury grava o CD Música de Rua , que a consolida como estrela na música brasileira. Nele, uma nova homenagem ao Ilê Aiyê (Por Amor ao Ilê), outra composição de Herbert Vianna (Sempre Te Quis), e os samba reggaes Vulcão da Liberdade, O Reggae e o Mar e Domingo no Candeal, além da que abre o disco, Música de Rua. Nessa fase, ela grava um comercial de TV com Ray Charles e inicia sua carreira internacional, ainda de forma insipiente.

Feijão com Arroz, lançado em 96, é aclamado como um dos melhores discos - senão o melhor -, de Daniela Mercury. O álbum traz um conceito de brasilidade muito forte e mostra a artista mais madura, explorando vários ritmos, o que ajuda a compreender seu título. Nobre Vagabundo, Rapunzel (sucesso absoluto do Carnaval baiano de 97), Minas com Bahia (dueto com Samuel Rosa, do Skank) e Feijão de Corda são alguns dos sucessos desse disco que traz boas surpresas, algumas até melhores do que as citadas, em canções que não foram para as rádios - como o belo afoxé Bandeira-Flor, o samba Do Carinho, Vestido de Xita (composição de Daniela, dueto com sua filha, então com 8 anos), a divertida Dona Canô e outras. Mas, certamente, nenhuma canção merece tanto destaque como À Primeira Vista, canção com a qual Daniela Mercury revelou o compositor Chico César. A canção ajudou a tornar a trilha da novela "O Rei do Gado" a mais vendida da história da Rede Globo e projetou Daniela Mercury em Portugal, fazendo com que ela se tornasse a maior recordista em vendas de discos no país, em relação a qualquer outro artista, internacional ou português. De fato, Daniela Mercury ainda é uma das artistas mais populares das terras lusitanas, apenas comparada a Ivete Sangalo que já atingiu enormes recordes no pais, esgotando mesmo o pavilhao atlantico. Depois do consagrador Feijão com Arroz, Daniela Mercury lança seu primeiro disco "ao vivo", o Elétrica, gravado em Salvador. Tentando fugir das fórmulas desse tipo de formato, Daniela inclui no disco nove faixas inéditas, entre as quais Trio Metal e Terra Festeira, que homenageava os 450 anos da cidade de Salvador. Daniela Mercury permanece firme no samba reggae, mas fazendo-o dialogar com outras linguagens. Assim, em 2000, Daniela Mercury faz sua primeira experiência com a música eletrônica, no disco Sol da Liberdade, o primeiro com a gravadora BMG. As faixas Itapoan @no 2000 e Santa Helena são apenas dois exemplos do enveredar de Daniela por essa nova "praia". O disco abre com um manifesto pelo samba reggae e pelo patriotismo em Sol da Liberdade, canção em que há dueto com Milton Nascimento. Ilê, Pérola Negra, Groove da Baiana, Santa Helena, Só No Balanço do Mar são sucessos deste CD, que teve o mega-sucesso Como Vai Você? incluída num CD-single meses depois.

O espírito inventido de Daniela Mercury levantou polêmica no Carnaval de Salvador. Apresentando ao público a novidade de um trio elétrico que tocava seus grandes sucessos com a base de música eletrônica, Daniela teve de lidar com uma pequena rejeição do público que, acostumado a vê-la com axé music, a vaiou pela primeira vez. Mas Daniela Mercury confiou em seu tino e insistiu com o trio eletrônico nos carnavais seguintes e, ao longo de seis anos, acabou fazendo o público compreender e aceitar a sua proposta. No Carnaval de 2006, Fatboy Slim aporta com um trio de música eletrônica. Em 2001, Daniela apresentou o show Sol da Liberdade no Rock In Rio.

Avessa a comodismos, Daniela assusta seu público ao lançar Sou de Qualquer Lugar (2001), onde ela faz uma pausa no samba reggae para flertar com mais força com a MPB, a música POP e eletrônica. Para este disco, Daniela recebeu do pernambucano Lenine uma canção especialmente composta para ela: De Qualquer Lugar, que abre e sintetiza a natureza daquele álbum e dessa Daniela Mercury que, como ela mesma diz na sua composição Aeromoça, "tem que voar". Em Estrela, Daniela faz dueto com Tony Garrido. Mas é Mutante, regravação de Rita Lee, ganhadora do Prêmio Multishow de melhor canção do ano, que mostra força e se torna uma das canções mais executadas em 2002, segundo o site Sucesso CD.

Já reconhecida como uma das artistas brasileiras de maior sucesso no exterior, Daniela grava o (MTV Ao Vivo) Eletrodoméstico, que também é seu primeiro DVD, gravado na Concha Acústica do Teatro Castro Alves, em Salvador. Uma superprodução: gravado em 96 canais (tecnologia inédita na época), contando com participações internacionais ilustres comoDulce Pontes, a estrela do filme Fale com Ela, Rosário Flores, e o happer italiano Jovanotti; além das nacionais - Carlinhos Brown e Olodum. Eletrodoméstico, composta com Falcão (O Rappa), é o nome da faixa que abre o disco, e faz alusão ao olhar que a artista faz para sua própria casa, ou seja, o Brasil. No repertório, novas roupagens para canções conhecidas (Baby, Ive Brussel, Nossa Gente, Riqueza, Milagre do Povo), regravações (À Primeira Vista, Ilê Pérola Negra, Só Pra Te Mostrar...) e muitas inéditas (Temporada das Flores, To Remember...). Dona da Banca e Meu Plano são os hits deste disco. No show, havia uma mudança constante nos cenários, produzindo efeitos impactantes, o que angariou elogios da crítica. O DVD MTV Eletrodomésticos foi o vencedor na categoria do Júri Popular de Melhor DVD Musical Nacional, do 2º Prêmio Brasil DVD.

Em 2004, faltando poucos dias para o carnaval, Daniela Mercury surpreende ao lançar a explosiva Maimbê Dandá, de Carlinhos Brown. Sucesso absoluto, a canção foi eleita a melhor do Carnaval de então em todas as premiações, sobretudo no Troféu Dodô & Osmar, o mais prestigiado da folia baiana. Maimbê Dandá abre o disco Carnaval Eletrônico, lançado logo após o carnaval, ganhando o troféu Dodo e Osmar, o Oscar da musica baiana. O álbum é o ápice das experimentações de Daniela com a música eletrônica e traz as participações especiais dos DJs mais consagrados do Brasil - Anderson Noise, Zé Pedro, Renato Lopes, Ramilson Maia e Xerxe. Quero ver o mundo sambar é uma das composições de Daniela que fazem parte do disco. Antes de lançar o álbum, Daniela fez a apresentação mais elogiada do Festival de Verão de Salvador daquele ano, tendo surpreendido a platéia ao colocar cinco DJs (os mencionados anteriormente) no palco para executar seu repertório com a batida eletrônica. Ainda em 2004, Daniela foi uma das atrações do Rock In Rio Lisboa, na sua turnê pelo mundo. Tendo o carnaval de Salvador como sua principal fonte, Daniela Mercury, mais uma vez, emplaca um grande sucesso em 2005: Olha o Gandhi Aí, de Tonho Matéria. A canção ficou entre as mais celebradas pelo público e foi eleita, com mais de um milhão de votos, a melhor do carnaval pela TV Bandeirantes. Neste mesmo carnaval, Daniela colheu imagens para um DVD que foi lançado no ano seguinte. O ano de 2005 reservou acontecimentos bons e amargos na carreira da cantora. Sobre os bons momentos, pode-se destacar o lançamento do CD e DVD Clássica, concretizando um sonho antigo da cantora de lançar um projeto com canções antológicas da MPB. Clássica figurou por várias semanas entre os 5 DVDs mais vendidos, segundo a revista Época. Ao retonar da maior turnê internacional de sua carreira, Daniela lança o inspirado Balé Mulato, no qual resgata o axé music em alto nível e poético, como é de estilo, e colhe elogios por ter feito o melhor disco de sua carreira, comparado ao Feijão com Arroz. A regravação de Aquarela do Brasil é elogiada pela originalidade da versão, compensando o fato de a canção ser um tanto desgastada. No disco, as canções Pensar em Você (Chico César) e Topo do Mundo defendem o MPB no repertório, "amor de ninguêm" relembra a Dani do samba-reggae, "levada brasileira" abre o disco mostrando uma Daniela Mercury brasileirissima. È com Balé Mulato que Daniela Mercry retoma a sua sintese e lança um disco organico. Ao contrário da sua conterranea Ivete Sangalo que investe no axé music comercial e descartável, Daniela exalta seu espirito baiano e reforça a idéia de que nunca perdeu o trono de rainha do axé. Bem recebido pelo público e pela crítica, Balé Mulato é eleito pela revista IstoÉ Gente e pelo Jornal do Brasil um dos cinco melhores lançamentos do ano. Apesar de todo êxito profissional, apesar de ter sido convidada para se apresentar no Vaticano (a única artista latina), Daniela é surpreendida com o veto por ter feito campanha pelo uso de preservativos, algo condenado pela Igreja Católica. O caso foi recebido com indignação pela classe artística; Daniela recebeu o apoio de Roberto Carlos, conhecido como católico fervoroso. Em 2006, Daniela lança o CD e DVD ao vivo do show Balé mulato, com a participação de Gil(agua do céu), Mariene de Castro (Dona Canô), Marcio Rosa(toneladas de amor) e o Grupo percussivo Dida(balé popular), novamente ganha o premio de melhor musica do carnaval com o troféu Band folia.



CD selecões - Novo lançamentos - Extras - Abrir 'insert' em proprio janela

Discografia, Videos & Livros


 Discografia
Daniela Mercury   
SOU DE QUALQUER LUGAR (2001)  - CD
BMG Brasil 74321876482
1.  De qualquer lugar (Dudu Falcão - Lenine)
2.  Baiana havaneira (Carlinhos Brown)
3.  A praieira (Chico Science)
4.  Beat lamento (Márcio Mello)
5.  Aeromoça (Daniela Mercury - Gabriel Povoas)
6.   (Carlos Neto - Tenison Del Rey)
7.  Ata-me (Daniela Mercury)
8.  Mutante (Roberto de Carvalho - Rita Lee)
9.  Um tempo de paixão (Cláudio Rabello - Dalto)
10. Bora morar (Carlinhos Brown)
11. Quem puder ser bom que seja (Gilberto Gil)
12. Janela (Kiko Furtado - Daniel Gonzaga)
13. Nossa música (Celso Fonseca)
14. Nina (Daniela Mercury)
 

 

Daniela Mercury   
SOL DA LIBERDADE (2000)  - CD
BMG Brasil 7432173818-2
1.  Sol da liberdade (Daniela Mercury)Participação: Milton Nascimento
2.  Groove da baiana (Jorge Zarath - Tenison Del Rey - Paulo Vascon)
3.  Ilê Pérola Negra (Guiguio - Rene Veneno)
4.  Santa Helena (Márcio Mello)
5.  Axé axé (Caetano Veloso)Mus. Inc. “Chão da Praça” (Moraes Moreira-Fausto Nilo)
6.  Itapuã @no 2000 (Lucas Santana - Quito Ribeiro)
7.  Sou você (Caetano Veloso)
8.  Dara (Daniela Mercury)Participação: Angélique Kidjo
9.  Funk da decepção (Márcio Mello)
10. Só no balanço do mar (Dudu Falcão - Lenine)
11. Viagem (Vanessa da Mata)
12. De tanto amor (Erasmo Carlos - Roberto Carlos)
13. Crença e fé (Ademário - Beto Jamaica)
14. Ilê Pérola Negra (Versão Club Mix) (Guiguio - Rene Veneno)
 

 


Daniela Mercury   
ELÉTRICA (1998)  - CD
Epic/Sony Music 789.162/2-492216
1.  Elétrica (Daniela Mercury)
2.  Swing da cor (Luciano Gomes)
3.  O canto da cidade (Tote Gira - Daniela Mercury)
4.  Salve-se quem puder (Ramon Cruz)
5.  Abraço (Daniela Mercury)
6.  Música de rua (Pierre Onasis - Daniela Mercury)
7.  Terra festeira (Gilson Babilônia - Alain Tavares)
8.  Feijão de corda (Ramon Cruz)
9.  Tua lua (Alfredo Moura - Daniela Mercury)
10. Vulcão da liberdade (Tonho Matéria)
11. O mais belos dos belos (A verdade do Ilê)
12. Você não entende nada (Caetano Veloso)
13. Trio metal (Marcelo Porciúncula - Alfredo Moura - Daniela Mercury)
14. O reggae e o mar (Rey Zulu - Daniela Mercury)
15. Rapunzel (Alain Tavares - Carlinhos Brown)
16. Toda menina baiana (Gilberto Gil)
 

 


Daniela Mercury   
FEIJÃO COM ARROZ (1996)  - CD
Epic/Sony 758.290/2.479372
1.  Nobre vagabundo (Márcio Mello)
2.  Rapunzel (AlaimTavares - Carlinhos Brown)
3.  Minas com Bahia (Chico Amaral)Participação: Samuel Rosa
4.  Feijão de corda (Ramon Cruz)Participação: Banda Bragadá
5.  Você abusou (Jocafi - Antônio Carlos)
6.  Dona Canô (Neguinho do Samba)
7.  Bate couro (Alaim Tavares - Gilson Babilonia)
8.  À primeira vista (Chico César)
9.  Rede (Alaim Tavares - Gilson Babilonia)
10. Musa calabar (Guiguio)
11. Vai chover (Gustavo de Dalva - Boghan Costa)
12. Vestido de chita (Ivan Huol - Daniela Mercury)
13. Do carinho (Gustavo da Dalva - Boghan Costa)
14. Bandeira flor (Márcio Mello)
15. Vide Gal (Carlinhos Brown)
 

 


Daniela Mercury   
MÚSICA DE RUA (1994)  - CD
Epic/Sony Music 758.209/2-476287
1.  Música de rua (Pierre Onasis - Daniela Mercury)
2.  Vulcão da liberdade (Tonho Matéria)
3.  Alegria Ocidental (Liminha - Daniela Mercury)
4.  Tem amor (Liminha - Daniela Mercury)
5.  Saudade (Batonga) (Angelique Kidjo - John Hebrail)
6.  Rosa (Pierre Onasis)
7.  O reggae e o mar (Rey Zulu - Daniela Mercury)
8.  Rap repente (Ramiro - David - Beto - Cesário - Toni - Daniela Mercury)
9.  Domingo no Candeal (Lucas Santana - Quito Ribeiro)
10. Sempre te quis (Herbert Vianna)
11. Folia de rei (Alain Tavares - Carlinhos Brown)
12. Por amor ao Ilê (Guiguio)
 

 


O CANTO DA CIDADE (1992)  - CD
Columbia/Sony Music 850.172-2-464348
1.  O canto da cidade (Tuta Gira - Daniela Mercury)
2.  Batuque (Rey Zulu - Genivaldo Evangelista)
3.  Você não entende nada (Caetano Veloso)Mus.Inc.”Cotidiano”(Chico Buarque)
4.  Bandidos da América (Jorge Portugal)
5.  Geração perdida (Toni Augusto - Ramon Cruz - Daniela Mercury)
6.  Só pra te mostrar (Herbert Vianna)Participação: Herbert Vianna
7.  O mais belo dos belos (A verdade do Ilê) (Guiguio)O charme da liberdade (Valter Farias-Adailton Poesia)
8.  Rosa negra (Jorge Xaréu)
9.  Vem morar comigo (Durval Lelys - Daniela Mercury)
10. Exótica das artes (Edmundo Caroso - Armandinho Macedo)
11. Rimas irmãs (Carlinhos Brown)
12. Monumento vivo (Davi Moraes - Moraes Moreira)
 
 


DANIELA MERCURY (1991)  - CD
Eldorado 946.001
1.  Swing da cor (Luciano Gomes)
2.  Ninguém atura (Paquito - Roberto Mendes)
3.  Milagres (Herbet Vianna)
4.  Todo canto alegre (Carlinhos Brown)
5.  Geléia geral (Gilberto Gil - Torquato Neto)
6.  Menino do Pelô (Gerônimo - Saul Barbosa)
7.  Todo reggae (Cabral - Rey Zulu)
8.  Vida ê (Durval Lelys - Daniela Mercury)
9.  Tudo de novo (Marinho Assis - Daniela Mercury)
10. Doce esperança (Roberto Mendes - J. Velloso)
11. Maravilhê (Dito)
 
 


 Coletâneas
SWING TROPICAL (1999)  - CD
Som Livre 1071 2
1.  O canto da cidade (Tuta Gira - Daniela Mercury)
2.  Nobre vagabundo (Márcio Mello)
3.  O reggae e o mar (Rey Zulu - Daniela Mercury)
4.  Só pra te mostrar (Herbert Vianna)Participação: Herbert Vianna
5.  Minas com Bahia (Chico Amaral)Participação: Samuel Rosa
6.  Você não entende nada (Caetano Veloso)Mus. Inc. "Cotidiano" (Chico Buarque)
7.  Rapunzel (AlaimTavares - Carlinhos Brown)
8.  Swing da cor (Luciano Gomes)
9.  Rede (AlaimTavares - Gilson Babilônia)
10. Batuque (Rey Zulu - Genivaldo Evangelista)
11. O mais belo dos belos (A verdade do Ilê) (Guiguio)O charme da Liberdade (Valter Farias - Adailton Poesia)
12. À primeira vista (Chico César)
13. Música de rua (Pierre Onassis - Daniela Mercury)
14. País tropical (Jorge Ben)
 
 


Participações em discos
Daniela Mercury   
COMPANHIA CLIC (1990)  - CD
Eldorado 935079
1.  Vida ligeira (Companhia Clic - Edmundo Carôso)
2.  Te procurei (Rudnei Monteiro)
3.  Zona solidão (Jorginho Sampaio - Companhia Clic)
4.  Pega que oh...! (Rudnei Monteiro - Edmundo Carôso)
5.  Porto Belo (Rudnei Monteiro - Edmundo Carôso)
6.  Temporais (Antônio Patury - Djalma Oliveira - Rudnei Monteiro)
7.  Vou de vez (Companhia Clic)
8.  Espada de Xangô (Rudnei Monteiro - Edmundo Carôso)
9.  Managua (Rá Nascimento - Edmundo Carôso)
10. Tô na mão (Rudnei Monteiro - Edmundo Carôso)
11. Bruxa (Cassandra Veras - Cida Lôbo - Rudnei Monteiro - Edmundo Carôso)
12. Luxo de beijar (Rudnei Monteiro - Daniela Mercury)
13. Ilha das bananas (Rudnei Monteiro - Edmundo Carôso)
14. Perto da selva (Rudnei Monteiro - Edmundo Carôso)
15. Questão de prazer (Tatau)
 

 

A Cor do Som Acústico (A Cor do Som)
OLHA QUE COISA MAIS LINDA - HOMENAGEM A TOM JOBIM (Vários Artistas)
OLHA QUE COISA MAIS LINDA - UMA HOMENAGEM A TOM JOBIM (Tom Jobim / Vários Intérpretes)
SONGBOOK JOÃO DONATO (João Donato)
AMIGOS 3 AO VIVO - ESPECIAL DA REDE GLOBO - LEANDRO & LEONARDO, CHITÃOZINHO & XORORÓ e ZEZÉ DI CAMARGO & LUCIANO (Chitãozinho & Xororó / Leandro & Leonardo / Zezé di Camargo & Luciano)
SONGBOOK DJAVAN (Djavan)
ÁLBUM MUSICAL (Francis Hime)
SONGBOOK TOM JOBIM (Tom Jobim)
DÁ LICENÇA MEU SENHOR (João Bosco)
SONGBOOK ARY BARROSO (Ary Barroso)

Música


Volta a Artistas

 ------  Copyright © 1998-2018 MusicaPopular.org -----  contato webmaster

videos letras discografia biografia article musica mp3 galeria imagens pictures