Cartola

Videos - Cartola

International
Shops

search for music by Cartola at amazon



search for rare music at Music Stack

Links:
Cartola

pesquisa  Cartola

DVDs

Cartola

Angenor de Oliveira
Nascido - 11/10/1908 Rio de Janeiro, RJ
Morto - 30/11/1980 Rio de Janeiro, RJ
Biografia

Compositor. Cantor. Violonista.  Nascido na rua Ferreira Vianna, no Catete, era o primogênito dos oito filhos do casal Sebastião e Aída. Apesar de ter recebido o nome de Agenor, foi registrado como Angenor. Mas esse fato ele só viria a descobrir muitos anos mais tarde, ao tratar dos papéis para seu casamento com D. Zica, nos anos de 1960. A partir de então, remdad -->
Composição
A canção da saudade
A canção que chegou (com Nuno Veloso)
A cor da esperança (com Roberto Nascimento)
A mesma estória (com Elton de Medeiros)
Acontece
Alegria
Discografia
(1995) Cartola-Documento Inédito • Eldorado CD
(1991) Cartola 'Ao vivo' • RGE LP
(1989) Pranto de poeta, 1989 • RCA CD
(1988) Cartola - Bate outra vez... • Som Livre LP
(1984) "Cartola, entre amigos" • Funarte LP
(1982) Cartola - Documento Inédito • Estúdio Eldorado/Série Documento Inédito LP
Bibliografia
ALBIN, Ricardo Cravo. MPB - A História de um século. Rio de Janeiro: Funarte, 1998.
AMARAL, Euclides. Alguns Aspectos da MPB. Rio de Janeiro: Edição do Autor, 2008. 2ª ed. Esteio Editora, 2010. 3ª ed. EAS Editora, 2014.
AZEVEDO, M. A . de (NIREZ) et al. Discografia brasileira em 78 rpm. Rio de Janeiro: Funarte, 1982.
CARDOSO, Sylvio Tullio. Dicionário biográfico da música popular. Rio de Janeiro; Edição do autor, 1965.
MARCONDES, Marcos Antônio. (ED). Enciclopédia da Música popular brasileira: erudita, folclórica e popular. 2. ed. São Paulo: Art Editora/Publifolha, 1999.
RAMALHO, Monica. São Paulo: Moderna, 2004.
CartolaCartola -  Nasceu11/10/1908   Faleceu 30/11/1980
Considerado o maior sambista da história .
O maior successos -  "As Rosas Não Falam", "O Mundo É um Moinho", "Acontece", "O Sol Nascerá" (com Elton Medeiros), "Quem Me Vê Sorrindo" (com Carlos Cachaça), "Cordas de Aço" e "Alegria".

Angenor de Oliveira, mais conhecido como Cartola, (Rio de Janeiro, 11 de outubro de 1908 — Rio de Janeiro, 30 de novembro de 1980) foi um compositor, cantor e poeta brasileiro.

Era um dos sambistas que compunham a velha-guarda da escola de samba Estação Primeira de Mangueira, sendo considerado o responsável tanto pela escolha do nome, como das cores adotadas pela Escola (verde e rosa). Há quem diga que a escolha das cores foi uma homenagem ao seu amadoFluminense, clube de futebol do Rio de Janeiro que utiliza-se de combinações mais sóbrias das mesmas cores (grená, verde escuro e branco).

Cartola compôs, sozinho ou com parceiros, mais de quinhentas canções, como "As Rosas Não Falam", "Alvorada", "O Mundo é um Moinho" e "O Sol Nascerá", tendo sido esta última regravada mais de 600 vezes. Suas canções são musicalmente bastante elaboradas e suas letras têm uma carga poética muito forte.

Angenor de Oliveira nasceu no bairro do Catete. Seus pais, Sebastião Joaquim de Oliveira e Aída Gomes de Oliveira, tiveram sete filhos. Cartola foi o quarto.

Seu envolvimento com o carnaval começou cedo. Aos 8 anos de idade já participava desfilando em blocos carnavalescos de rua. Foi morar no morro da Mangueira, aos onze anos, por problemas financeiros em sua família. Apesar da riqueza de suas poesias e da quantidade em que as produziu, Cartola estudou somente até o primário. Cartola jamais conseguiu se integrar ao mercado de trabalho, passou sua vida trabalhando em bicos. Foi pedreiro, pintor de paredes, lavador de carros, vigia de prédio e contínuo de repartição pública.

Foi como pedreiro que ganhou seu apelido, "Cartola". Quando trabalhava com cimento estava sempre sujando seus cabelos, o que o aborrecia bastante pois ele era muito vaidoso. Passou então a sempre usar um chapéu, assim seus cabelos estavam protegidos do cimento. Seus amigos então o apelidaram de Cartola.

Dona Aída morreu prematuramente. Seu pai era muito severo e o expulsou de casa aos dezessete anos de idade. Sozinho, envolveu-se com várias mulheres, adoeceu e teve que parar de trabalhar. Esteve a beira da morte mas se reergueu com ajuda dos amigos. Cartola, assim como seu fiel amigo e também sambistaNoel Rosa, vende sambas no início da carreira. O primeiro deles foi Que infeliz sorte, de 1927, vendido por trezentos contos de réis e sendo gravado por Francisco Alves.

Foi nessa época, década de 1920, que os blocos de carnaval resolveram se organizar na forma de sociedades permanentes. Ismael Silva funda na Estácio uma associação que se autodenominou Escola de Samba, a Deixa Falar. Em 28 de Abril de 1928, Cartola e mais seis amigos reunidos na casa do Euclides da Joana Velha, na favela da Mangueira, reúnem os blocos carnavalescos do morro e fundam aEscola de Samba Estação Primeira de Mangueira . Os seis amigos eram: seu Euclides, Saturnino Gonçalves (o Satur), Marcelino José Claudino (o Massu), Pedro Caim (o Pedro Paquetá), Abelardo da Bolinha e Zé Espinguela. A escolha das cores e o nome da escola são atribuídos a Cartola. No primeiro desfile, com osamba enredo "Chega de Demanda" de Cartola, a Mangueira ganha seu primeiro prêmio de carnaval, no desfile na Praça Onze.

Cartola segue como diretor de harmonia e como um dos compositores da escola, dedica a isso boa parte de sua vida. Seus sambas são gravados por muitos cantores dadécada de 1930. Em 1939, vai para os Estados Unidos para gravar com Leopold Stokowski.

Cartola muitas vezes teve divergências com a direção da Escola, nos anos de 1949 e 1977 ele não desfilou. Ele alegava que os diretores da Escola haviam transformado a Escola num reduto eleitoreiro. Cartola se afasta da Mangueira, vai morar naBaixada Fluminense. Fica viúvo e contrai meningite. Por volta dos anos 50, Sérgio Porto o encontra lavando carros, trabalhando num posto em Ipanema nas madrugadas, e o relança como cantor e compositor.

Em 1952 curado volta a viver no morro da mangueira e começa a namorar a também viúva dona Euzébia Silva do Nascimento, a famosaDona Zica - irmã da mulher do compadre Carlos Cachaça . Dona Zica e Cartola haviam crescido juntos, haviam se conhecido nos desfiles dos blocos carnavalescos de rua. Cartola era dos "Arrepiados" e Dona Zica era do "Bloco do Seu Júlio". Cartola e Dona Zica casam-se depois de doze anos juntos, em 1964.

É ao lado de Dona Zica que cartola compõe "As Rosas não Falam", "Nós Dois" (dois dias antes do casamento de Cartola e Dona Zica), "Tive Sim" e "O sol Nascerá" (parceria com Elton Medeiros e gravada na voz de Nara Leão).

Na década de 60 Cartola, Dona Zica e mais dois sócios fundam o botequim ZiCartola que se torna um ponto de encontro dos grandes sambistas da ocasião e onde surgem grandes talentos.

É somente em 1974, já aos 65 anos, que grava seu primeiro disco, Cartola, produzido por Marcus Pereira.

Morre em 30 de novembro de 1980, de câncer, no Rio de Janeiro.

Apesar do grande sucesso de seus sambas, cartola morre pobre, morando numa casa doada pela prefeitura do Rio de Janeiro (em 30 de novembro do ano de sua morte).

Nas décadas seguintes são muitas as homenagens póstumas prestadas a Cartola por artistas como Beth Carvalho, Alcione, Paulinho da Viola, Chico Buarque, Leny Andrade, Cazuza, Marisa Monte e outros. Nos anos 2000, o cantor Ney Matogrosso lançou o CD "Ney Canta Cartola" e o DVD "Ney Canta Cartola Ao Vivo". Ali são cantados músicas raras de Cartola, como "Senões"

São de Cartola grandes sucessos como "As Rosas Não Falam", "O Mundo é um Moinho", "Ensaboa Mulata", "O Sol Nascerá", "Cordas de Aço", "Preciso Me Encontrar" (Musica de Candeia, que ganhou gravação definitiva na voz de Cartola) e "Acontece", interpretados porMarisa Monte, Fagner e Gal Costa, ou até por roqueiros dos anos 1980, a exemplo do Cazuza, ex-vocalista do grupo Barão Vermelho, e do cantor Paulo Ricardo.

Angenor de Oliveira, known as Cartola (Portuguese for top hat), (October 11, 1908 – November 30, 1980) was a brazilian sambista, considered to be one of the most important figures in samba development. He got his nickname because he used a "coconut hat" while working as a construction worker so the cement would not dirty his hair.
Cartola was born in Rio de Janeiro, in a neighborhood called Catete, but spent his childhood in the neighborhood of Laranjeiras. Due to financial difficulties, the numerous family transferred itself to the Mangueira hill, where a small favela was beginning to appear.

In Mangueira, Cartola soon befriended Carlos Cachaça and other sambistas, getting started in the world of malandragem and samba. In 1928, they founded the Arengueiros Carnival Block, which would later transform in the traditional samba school Estação Primeira de Mangueira, one of the most loved samba-schools in Brazil. Cartola is considered responsible for the choice of colors of the school, which are said to stem from the colors of football club Fluminense, which is settled in Laranjeiras.

Cartola became popular in the 1930's, with many sambas recorded at that time. Later, in the 1940's, Cartola disappeared from the scene. Little is known about that time in Cartola's life, when he departed from Mangueira after disagreements and became depressed with the death of his wife Deolinda; about that time, rumours about his death were speculated. Cartola was found, in a very popular tale, by journalist Sérgio Porto in 1956, working as a car-washer.

Porto took care of starting to promote Cartola's return, inviting him to radio shows and divulging his work with new partners. Later, in 1963, investing in his struggle to take the hills' samba to the city streets, Cartola opened toghether with Eugênio Agostine and his wife Dona Zica the famous Zicartola bar/restaurant in downtown Rio de Janeiro, which became known as the most important samba establishment of that time, providing a link between the traditional sambistas and the incipient Bossa Nova movement. Cartola invited people such as Nélson Cavaquinho, Pixinguinha, Nara Leão, Paulinho da Viola, and Zé Ketti to sing the "low-value" music, as sambistas ironically referred to their work.

Cartola's real embracement from the phonologic market started in the late 1960's and early 1970's, when he became quite popular and a lot of samba classics were released, such as "O Sol Nascerá", "O Mundo é Um Moinho", "Corra e Olhe o Céu", "Quem me vê Sorrindo" and "Senhora Tentação", with support from singers Elizeth Cardoso, Clara Nunes, Paulinho da Viola and especially Beth Carvalho. He released his first record only at the age of 66, in 1974, and even living in financial difficulties, composed and sang until his death at age 72.

Cartola composed, alone or with partners, more than 500 songs.





CD selecões - Novo lançamentos - Extras - Abrir 'insert' em proprio janela

Discografia, Videos & Livros

Livros - Books
BARBOSA, Marília Trindade e OLIVEIRA FILHO, Arthur de. Cartola, os tempos idos. Rio de Janeiro: Gryphus, 2003.
Cartola   
DOCUMENTO INÉDITO (1982)  - CD/Vinil
Eldorado 59.82.0396
1.  Que sejam benvindos (Cartola)
2.  Autonomia (Cartola)
3.  Acontece (Cartola)
4.  Senões (Nuno Veloso - Cartola)
5.  O inverno do meu tempo (Roberto Nascimento - Cartola)
6.  Que sejas bem feliz (Cartola)
7.  Dê-me graças, Senhora (Cláudio Jorge - Cartola)
8.  Quem me vê sorrindo (Carlos Cachaça - Cartola)
 
 
 


Cartola   
CARTOLA 70 ANOS (1979)  - CD/Vinil
RCA Victor 103.0278
1.  O inverno do meu tempo (Roberto Nascimento - Cartola)
2.  A cor da esperança (Roberto Nascimento - Cartola)
3.  Feriado na roça (Cartola)
4.  Ciência e arte (Carlos Cachaça - Cartola)
5.  Senões (Nuno Veloso - Cartola)
6.  Mesma estória (Élton Medeiros - Cartola)
7.  Fim de estrada (Cartola)
8.  Enquanto Deus consentir (Cartola)
9.  Dê-me graças, Senhora (Cláudio Jorge - Cartola)
10. Evite meu amor (Cartola)
11. Silêncio de um cipreste (Carlos Cachaça - Cartola)
12. Bem feito (Cartola)
 
 
 


Cartola   
VERDE QUE TE QUERO ROSA (1977)  - CD/Vinil
RCA Victor 103.0227
1.  Verde que te quero rosa (Dalmo Castelo - Cartola)
2.  A canção que chegou (Nuno Veloso - Cartola)
3.  Autonomia (Cartola)
4.  Desfigurado (Cartola)
5.  Escurinha (Arnaldo Passos - Geraldo Pereira)
6.  Tempos idos (Carlos Cachaça - Cartola)
7.  Pranto de poeta (Guilherme de Brito - Nelson Cavaquinho)
8.  Grande Deus (Cartola)
9.  Fita meus olhos (Osvaldo Vasquez - Cartola)
10. Que é feito de você? (Cartola)
11. Desta vez eu vou (Cartola)
12. Nós dois (Cartola)
 
 
 


Cartola   
CARTOLA II (1976)  - CD/Vinil
Marcus Pereira MPL 9325
1.  O mundo é um moinho (Cartola)
2.  Minha (Cartola)
3.  Sala de recepção (Cartola)
4.  Não posso viver sem ela (Bide - Cartola)
5.  Preciso me encontrar (Candeia)
6.  Peito vazio (Élton Medeiros - Cartola)
7.  Aconteceu (Cartola)
8.  As rosas não falam (Cartola)
9.  Sei chorar (Cartola)
10. Ensaboa (Cartola)
11. Senhora tentação (Silas de Oliveira)
12. Cordas de aço (Cartola)
 
 


Cartola   
CARTOLA (1974)  - CD/Vinil
Marcus Pereira MPL 9302
1.  Disfarça e chora (Dalmo Castelo - Cartola)
2.  Sim (Oswaldo Martins - Cartola)
3.  Corra e olhe o céu (Dalmo Castelo - Cartola)
4.  Acontece (Cartola)
5.  Tive sim (Cartola)
6.  O sol nascerá (Élton Medeiros - Cartola)
7.  Alvorada (Carlos Cachaça - Cartola - Hermínio Bello de Carvalho)
8.  Festa da vinda (Nuno Veloso - Cartola)
9.  Quem me vê sorrindo (Carlos Cachaça - Cartola)
10. Amor proibido (Cartola)
11. Ordenes e farei (Aluizio Dias - Cartola)
12. Alegria (Cartola)  
 
 


Cartola   
FALA MANGUEIRA! - CARLOS CACHAÇA, CARTOLA, CLEMENTINA DE JESUS, NELSON CAVAQUINHO e ODETE AMARAL (1968)  - CD/Vinil
Odeon MOFB 3568
1.  Enquanto houver Mangueira (Roberto Roberti - A. Marques Junior)Lá em Mangueira (Heitor dos Prazeres, Herivelto Martins) Mundo de zinco (Antônio Nássara, Wilson Batista)
2.  Tempos idos (Carlos Cachaça - Cartola)Ao amanhecer (Cartola) Alvorada no morro (Carlos Cachaça, Cartola, Hermínio Bello de Carvalho) Quem me vê sorrindo (Carlos Cachaça, Cartola) Alegria (Cartola)
3.  Lacrimário (Carlos Cachaça)
4.  Saudosa Mangueira (Herivelto Martins)
5.  Sei lá, Mangueira (Hermínio Bello de Carvalho - Paulinho da Viola)
6.  Rei vagabundo (J. Ribeiro - Nelson Cavaquinho)A Mangueira me chama (Nelson Cavaquinho, B. A. Soares, J. Ribeiro) Sempre Mangueira (Nelson Cavaquinho, G. Queiroz) Folhas caídas (Nelson Cavaquinho, Cesar Brasil) Eu e as flores (Nelson Cavaquinho, Jair do Cavaquinho)
7.  Sabiá de Mangueira (Frazão - Benedito Lacerda)
 

 


Cartola   
A MÚSICA BRASILEIRA DESTE SÉCULO POR SEUS AUTORES E INTÉRPRETES - CARTOLA (2000)  - CD
SESC - SP JCB-0709-004
1.  Que infeliz sorte (Cartola)
2.  Divina dama (Cartola)
3.  Fita meus olhos (Oswaldo Vasques - Cartola)
4.  Quem me vê sorrindo (Carlos Cachaça - Cartola)
5.  Sim (Martins - Cartola)
6.  Não posso viver sem ela (Bide - Cartola)
7.  Ao amanhecer (Cartola)
8.  Amor proibido (Cartola)
9.  Acontece (Cartola)
10. Nós dois (Cartola)
11. Tive sim (Cartola)
12. Bem feito (Cartola)
13. Peito vazio (Cartola - Elton Medeiros)
14. O sol nascerá (a sorrir) (Cartola - Elton Medeiros)
 

 

Cartola   
CARTOLA AO VIVO (2000)  - CD
Kuarup KCD-143
1.  Alvorada (Carlos Cachaça - Cartola - Hermínio Bello de Carvalho)
2.  O mundo é um moinho (Cartola)
3.  Sim (Oswaldo Martins - Cartola)
4.  Acontece (Cartola)
5.  Amor proibido (Cartola)
6.  As rosas não falam (Cartola)
7.  Verde que te quero rosa (Dalmo Castelo - Cartola)
8.  Peito vazio (Élton Medeiros - Cartola)
9.  Alegria (Cartola)
10. O inverno do meu tempo (Roberto Nascimento - Cartola)
11. O sol nascerá (Élton Medeiros - Cartola)
 

 

Cartola   
MANGUEIRA - SAMBAS DE TERREIRO E OUTROS SAMBAS (1999)  - CD
Arquivo Geral da Cidade do Rio de Janeiro CRILSM99CD
DISCO 1
1.  Sala de recepção (Cartola)
2.  Tive sim (Cartola)
3.  Amor proibido (Cartola)
4.  Vai amigo (Cartola)
5.  Amanhecer (Cartola)
6.  Divina dama (Cartola)
7.  Notícia (Alcides Caminha - Lorival Bahia - Nelson Cavaquinho)
8.  Nome sagrado (José Ribeiro - José Alcides - Nelson Cavaquinho)
9.  Caridade (Nelson Cavaquinho)Cheiro de vela (Nelson Cavaquinho)
10. Baile das flores (Preto Rico)
11. Eu hei de te ver chorar (Nelson Batinha)
12. Decepção de um autor (Padeirinho)
13. O remorso me persegue (Padeirinho)
14. Modificado (Padeirinho)
15. Lacrimário (Carlos Cachaça)
16. Pátria querida (Carlos Cachaça)
17. Se algum dia (Carlos Cachaça)
18. Tempos idos (Carlos Cachaça - Cartola)
19. Vale do São Francisco (Carlos Cachaça - Cartola)
20. Não me deixaste ir ao samba (Carlos Cachaça - Heitor dos Prazeres)
21. Alvorada (Carlos Cachaça - Cartola - Hermínio Bello de Carvalho)
22. Amar, amar (Maciste - Cartola)
23. Meu amor já foi embora (Zé da Zilda - Cartola)
24. Eu não posso viver na orgia (Zé Criança)
25. Linda demanda (Saturnino Gonçalves)
26. Chega de demanda (Cartola) 27Ri (Gradim)
28. Adeus Mangueira (Zé Espinguela)
29. Castelo desmoronado (José Ramos)
30. Quem chegou foi a Mangueira (Mestre Gato)
31. Nasceste de uma semente (José Ramos)Quando ouvi essa batida (José Ramos)
DISCO 2
1.  Jequitibá (José Ramos)Capital do samba (José Ramos)
2.  Sorriso falso (Zé Criança)Quem se muda pra Mangueira (Zé da Zilda)
3.  Quando Xangô pegar o apito (Marreta - Nelson Sargento)
4.  Cuidado que o vento te leva (Chico Modesto)
5.  Divergência (Zagaia - Quincas do Cavaco - Xangô da Mangueira)
6.  Eu quero nota (Arthurzinho)
7.  Naquela noite de sereno (Babaú - Alfredo Português)
8.  Fiquei sem esperança (Saturnino)
9.  Freira querida (Alfredo Português - Nelson Cavaquinho)
10. Deus onipotente criador (Cícero dos Santo)
11. Se o amor é isso (Aluísio Dias - Cartola)
12. Os teus olhos cansam de chorar (Alfredo Português - Nelson Cavaquinho)
13. Barraco de Mangueira (Estudante)
14. Sofrer é minha sentença (Geraldo Pereira)
15. O índio (Geraldo da Pedra)
16. Agora se arrependeu (Zagaia - Leléo)
17. Você quer saber
18. Minha companheira (Jurandir)
19. Com você não tive sorte (Jabá - Leléo)
20. Sai da minha frente (Zagaia)
21. Terreiro em Itacuruça (Padeirinho)
22. Boêmio fracassado (Hélio Cabral)
23. Vela acesa (Fandinho)
24. Estamos aí (Comprido - Pelado)
25. Verde rosa (Mauro Pereira)
26. Alegria (Gradim - Cartola)
 

 


 Compilações
O SOL NASCERÁ (1999)  - CD
Revivendo RVCD 131
1.  Que infeliz sorte (Cartola)
2.  Perdão meu bem (Cartola)
3.  Tenho um novo amor (Cartola)
4.  Não faz amor (Cartola)
5.  Na floresta (Cartola - Silvio Caldas)
6.  Qual foi o mal que eu te fiz? (Cartola)
7.  Divina dama (Cartola)
8.  Fita meus olhos (Oswaldo Vasques - Cartola)
9.  Não quero mais (Zé da Zilda - Carlos Cachaça - Cartola)
10. Quem me vê sorrir (Carlos Cachaça - Cartola)
11. Não posso viver sem ela (Bide - Cartola)
12. Sim (Oswaldo Martins - Cartola)
13. Grande Deus (Cartola)
14. Festa da Penha (Asobert - Cartola)
15. O sol nascerá (Élton Medeiros - Cartola)
16. Canta esta canção (Cartola)
17. Nós dois (Cartola)
18. O mundo é um moinho (Cartola)
19. Amor proibido (Cartola)
20. Por que vamos chorando? (Cartola)
 
 


Música


Volta a Artistas

 ------  Copyright © 1998-2018 MusicaPopular.org -----  contato webmaster

videos letras discografia biografia article musica mp3 galeria imagens pictures