Aline Calixto

Videos - Aline Calixto

International
Shops

search for music by Aline Calixto at amazon



search for rare music at Music Stack

Links:
Aline Calixto

pesquisa  Aline Calixto

DVDs
Aline CalixtoAline Calixto -  Nasceu


  • Aline Calixto


    Aline Calixto

    Warner Music

    Aline Calixto

    Descrição

    A música mineira sempre teve tradição no cenário brasileiro. Agora, dando continuidade à boa música feita em Minas Gerais e endossada por grandes artistas, a cantora e compositora Aline Calixto desponta como uma das mais interessantes revelações do samba. Esta carioca de nascimento e mineira de criação (onde vive desde os 7 anos) utiliza seus dotes de autodidata para trazer novidade ao samba. Algumas canções de seu repertório foram recolhidas na pesquisa que
    realizou no interior do estado, unindo sua formação de Geografia com a paixão pelo samba. O fruto da pesquisa se junta a composições próprias e inéditas feitas especialmente para ela por Monarco, Moacyr Luz, Nelson Sargento, Toninho Gerais e outros, que estarão presentes em seu álbum de estréia. Vencedora do concurso “Novos Bambas do Velho Samba” edição 2008, realizado pela tradicional casa Carioca da Gema na Lapa (RJ), Aline vem cantando e encantando por onde passa. Realizou diversos shows tendo como convidados Monarco, Walter Alfaiate, Wilson Moreira, Nelson Sargento e Luiz
    Carlos da Vila. A cantora ainda marcou presença nas famosas rodas de samba encabeçadas por Moacyr Luz (“Samba do Trabalhador” e “Samba Luzia”). Em Minas, Aline participou de projetos importantes como: Conexão Vivo, Música
    Independente, Stereoteca, Expresso Melodia, Cantoras Daqui, entre outros.
    Marca Warner Music
    Referência 5051865398424
    Cód. Barras 5051865398424
    Autor Aline Calixto

    Original
    Cara de Jiló
    Enfeitiçado
    Tudo que Sou
    Saber Ganhar
    Oxossi
    Faz o Seguinte
    O Dragão da Maldade Contra o Santo Guerreiro
    Rainha das Águas
    O Teu Amor Sou Eu
    Você ou Eu
    Retrato da Desilusão
    Uma Só Voz (part. Especial: Walter Alfaiate/ Monarco/ Wilson Moreira/ Nelson Sargento)
  • Aline Calixto - Serpente


    Aline Calixto

    Novodisc Midia

    Aline Calixto - Serpente

    Descrição

    A cantora carioca radicada em Belo Horizonte Aline Calixto lança seu quarto disco de carreira, Serpente, com direção musical de Domenico Lancelotti e distribuição pelo selo LAB 344. Serpente é um disco autoral e autobiográfico. “O tema gira em torno dos relacionamentos que vivi e como encarei as decepções, desilusões, relações abusivas, machismo, amores unilaterais, bem, é um disco que me fez sofrer, refletir e seguir em frente. Me mostrou que o amor por vezes é feio, orgulhoso, mesquinho, egoísta, possessivo, mas também libertador, construtivo, intenso e avassalador”, explica a cantora. O disco reflete coisas muito íntimas que Aline vivenciou. Os arranjos com harpa e guitarra foram executados por Cristina Braga (harpa) e Pedro Sá (guitarra), combateria eletrônica ao vivo comandada pelo diretor musical Domenico Lancelotti. “Em uma semana, gravamos o disco todo, é um disco sem overdub. É um disco bem cru, do momento”, conta o produtor Domenico Lancelotti.
    Marca Novodisc Midia
    Referência 83369062
    Tipo de Mídia CD
    Duração Aproximada 40 min.
    Ano de Produção 2017
    Idioma do Áudio Português
    País de Produção Brasil
    Cód. Barras 700083369062
    Autor Aline Calixto

    Colapso
    Serpente
    Sentimento Errado
    Revival
    O Tiro
    Sentir
    Brilho Perdido
    C' Est Avec Vous
    O Oposto
    é Amor

    Aline Calixto

    Aline Calixto
    Nascido - 29/12/1980 Rio de Janeiro, RJ

    Biografia

    Cantora.

    Carioca de Nascimento, mudou-se para Belo Horizonte (MG) aos seis anos de idade.
    Professora de geografia formada pela Universidade Federal de Viçosa.

    Composição

  • Cara de Jiló (com Juliano Buteco)
  • Conversa fiada
  • Meu Ziriguidum (com Gabriel Moura)
  • O dragão da maldade contra o santo guerreiro (com Makely Ka)
  • Teu ouvido (com Thiago Paschoa e Arthur Maia)
  • Você ou eu (com Mestre Jonas)
  • Discografia

  • (2015) Meu Ziriguidum • Independente CD
  • (2015) Meu Ziriguidum • Independente CD
  • (2011) Flor Morena • Warner Music CD
  • (2009) Aline Calixto • Warner Music CD
  • (2008) Coletânea Brasileiríssima • Música de Minas no Ar (participação) CD
  • (2008) Renegado - do Oiapoque à Nova York (participação) • Independente CD
  • Shows

  • Aline Calixto (2015) Teatro no BNDES, Rio de Janeiro
  • Aline Calixto – lançamento do CD “Meu Ziriguidum” (2015) Teatro Rival, Rio de Janeiro
  • Aline Calixto – “Flor Morena” - “Ano Brasil Portugal” (2013) Espaço Brasil, Lisboa (Portugal)
  • “Aline Calixto canta Clara Nunes” (2012) Sala Baden Powell, Rio de Janeiro
  • Aline Calixto - lançamento do CD “Flor Morena” (2011) Clube dos Democráticos, Rio de Janeiro
  • Aline Calixto – Meu Ziriguidum (2015)

    Cantora e compositora nascida no Rio mas radicada em Minas Gerais desde criança, Aline Calixto vai lança seu terceiro disco intitulado Meu Ziriguidum. A cantora afinada que começou no samba e ganhou a simpatia e o apreço dos mais respeitados bambas do gênero musical mais popular do país mostra, neste álbum, que também é compositora (e de mão cheia, diga-se de passagem).

    Mais madura e segura tanto do seu canto quanto do caminho que deseja seguir, Aline deu ao disco o nome de uma canção composta por ela em parceria com Gabriel Moura. Tal canção abre o disco e retrata a mulher moderna que vai pro samba do jeito que quer sem qualquer preconceito ou pudor. Os primeiros versos já denotam claramente esta segurança: Eu vou pra batucada / Eu vou de coração / Eu vou de madrugada / Eu vou com você ou não.

    Meu Ziriguidum tem onze faixas, produção assinada por Paulão 7 Cordas e Thiago Delegado e as participações de Zeca Pagodinho, Alindo Cruz e do rapper paulistano Emicida que faz um belo dueto com Aline na releitura do clássico imortalizado por Clara Nunes, Conto de Areia. Assim como a produção do álbum uniu duas gerações, o repertório também teve essa preocupação. Composições dos renomados Arlindo Cruz, Moacyr Luz e Serginho Beagá se misturam com as de jovens autores como Rogê, João Martins e Leandro Fregonesi.

    É da dupla de veteranos Moacyr Luz e Délcio Luiz a segunda faixa do disco, No pé miudinho, que traz a participação de Zeca Pagodinho. Um samba que se ‘auto exalta’ através de um personagem tipicamente caracterizado. Na sequencia, um samba do jovem compositor Leandro Fregonesi chamado Entre você e euque retrata claramente o término de um romance motivado pelas graves diferenças entre o casal, logo, sem volta.

    A quarta faixa do disco, Papo de Samba, composta pelo trio Carlos Caetano, Moisés Santiago e Flavinho Silva, foi gravada no início da década de 2000 pela turma do Fundo de Quintal e é um samba divertido cuja letra faz alusão a um personagem suburbano e suas peripécias cotidianas. Toda Noite é a composição mais cadenciada do álbum e conta com a participação de Arlindo Cruz. Com letra do próprio em parceria com Maurição, este samba fala daquele amor que apesar de não estar mais ao lado, não sai da mente. JáIbamolê, de Serginho Beagá, é um samba-ijexá repleto de ruídos rítmicos oriundos da religiosidade afro-brasileira e fala do encontro de um pescador com Oxum, a orixá que reina nas cachoeiras.

    A sétima faixa do disco é uma ode à mulher brasileira. Com letra de Arlindo Cruz e Rogê, Musas, é um samba exaltação ao feminino. Em Pedreira, a resistência do amor é cantada através de versos fortes comoSe o meu amor tivesse um fim / Não era pra recomeçar / Nao era para implorar / Um calor de um beijo seu / Custe o que custar / Vai pagar pra ver.
    A décima canção do álbum, Lenda das Matas, composta por João Martins e Raul Dicaprio, é um samba com referências da Umbanda e faz alusão a personagens do folclore brasileiro numa história rica e cheia de mistérios.

    Encerrando o terceiro disco de Aline Calixto, em total clima de festa, o samba de Serginho Beagá, Eu sou assim. Os instrumentos que fizeram deste ritmo um dos mais festivos do planeta são exaltados nos versos desta canção. Meu Ziriguidum, como o próprio nome indica, tem samba na rima, no batuque e nos arranjos. O álbum não tem a intenção de ser um disco de samba tradicional, ao contrário, é um álbum de samba em perfeita simbiose com seus gêneros irmãos como pagode, ijexá e o rap. Meu Ziriguidum é atitude carregada de swing, sensualidade, malemolência e liberdade.


    Faixas:
    01 – Meu Ziriguidum – Aline Calixto e Gabriel Moura
    02 – No Pé do Miudinho – Moacyr Luz e Délcio Luiz
    03 – Entre Você e Eu – Leandro Fregonesecá
    04 – Papo de Samba – Carlos Caetano, Moisés Santiago e Flávio da Silva Gonçalves
    05 – Toda Noite – Arlindo Cruz e Maurição
    06 – Ibamolê – Serginho Beagá
    07 – Musas – Arlindo Cruz e Rogê
    08 – Conto de Areia (Incidental: Rap de Areia) – Romildo Souza Bastos, Antônio Carlos de Nascimento e Emicida
    09 – Pedreira – Fabinho do Terreiro e Ricardo Barrão
    10 – Lenda das Matas – João Martins e Raul de Souza Vidigal
    11 – Eu Sou Assim – Serginho Beagá

    Marcadores: Aline Calixto, Samba

    Aline Calixto – Flor Morena (2011)

    Em 2009, Aline Calixto despontou no mercado fonográfico com o lançamento de álbum superestimado, cujo repertório remetia à vivência mineira dessa cantora nascida no Rio de Janeiro (RJ), mas criada nas Geraes. Sucessor de Aline Calixto (2009), Flor Morena chega às lojas neste mês de junho de 2011 com alteração na rota geográfica do samba propagado na voz afinada da intérprete.

    Embora faça escalas em vários pontos da crioula nação do samba, reverenciada em Cabila (Peu Meurray e Leonardo Reis), o segundo disco de Calixto aposta na diversidade do gênero ao mesmo tempo em que aproxima mais a artista do samba cultivado nos mais nobres quintais cariocas - a ponto de ter sua inédita faixa-título assinada pela dupla de bambas Arlindo Cruz e Zeca Pagodinho (com a adesão de Jr. Dom).

    Flor Morena - o samba fornecido pelo trio carioca para Calixto - segue linha melódica e poética pouco original, mas é belo e dá o tom elegante de um disco que começa em clima de terreiro com a Gemada Carioca oferecida por Martinho da Vila. A letra desenha a árvore genealógica da cantora. Na sequência, Me Deixa que Eu Quero Sambar - grande tema de Mauro Diniz - celebra o próprio samba, citando em seus versos a luz divina que iluminou a obra atemporal de criadores como Candeia (1935 - 1978). É sob essa luz que floresce ainda a regravação de Coração Vulgar (Paulinho da Viola), samba de 1965, alvo de registro interiorizado.

    Contudo, certa de que o samba não tem fronteiras, Calixto extrapola o quintal carioca em Flor Morena. Caçuá (Edil Pacheco e Paulo César Pinheiro) - tema já gravado por Edil no álbum O Samba me Pegou (2003) - evoca a sensual manemolência baiana com citação de Maracangalha (Dorival Caymmi) enquanto De Partir Chegar (Joca Perpignan e João Cavalcanti) transita com poesia entre a ciranda e o maracatu de Pernambuco. Já Conversa Fiada - única faixa assinada somente por Calixto - esboça diálogo entre o samba e a salsa que não chega a ganhar forma e consistência.

    Ainda na seara autoral, Calixto é parceira de Thiago Paschoa e Arhtur Maia na romântica Teu Ouvido, faixa em que o som do bumbo simboliza as batidas descompassadas de um coração apaixonado. Em linha mais bem-humorada, Je Suis la Maria (Dora Lopes, Jorge Rangel e Jean Pierre) leva o samba para um salão de gafieira por conta dos sopros arranjados por Marcelo Martins.
    Aliás, há todo um frescor nos arranjos que valorizam até sambas medianos como Blá Blá Blá (Serginho Beagá) - efeito provável da produção de Flor Morena ter sido confiada ao baixista Arthur Maia, nome pouco pronunciado nos quintais onde se cultiva o samba mais tradicional. Maia pilotou o álbum com respeito às tradições do samba, mas sem os clichês recorrentes em discos do gênero.

    Neste CD pautado pelo sincretismo musical, Ecumenismo (Moacyr Luz e Nei Lopes) reza pela cartilha da diversidade religiosa no mesmo tom libertário da miscigenação saudada em Cafuso (Toninho Geraes e Toninho Nascimento).  Cafuso prepara o terreiro para o fecho de ouro do disco, Reza Forte (Rodrigo Maranhão e Mauro Reza), samba-jongo que explicita a criação mineira da artista enquanto festeja a nobreza suburbana na qual está enraizado o samba cultivado nos quintais do Rio de Janeiro. Muito superior ao primeiro disco da cantora, Flor Morena alicerça a voz, a imagem e o samba reverente de Aline Calixto.



    Faixas
    01 - Gemada Carioca
    02 - Me Deixa Que Eu Quero Sambar
    03 - Flor Morena
    04 - Conversa Fiada
    05 - Caçuá
    06 - Je Suis La Maria
    07 - Coração Vulgar
    08 - Ecumenismo
    09 - De Partir Chegar
    10 - Teu Ouvido
    11 - Blá Blá Blá
    12 - Cabila
    13 - Cafuso
    14 - Reza Forte
    Marcadores: Aline Calixto, Samba


    Músicas para FIFA Copa do Mundo Rússia 2018

    World cup song England 2018 World cup song Brasil 2018 World cup song Russia 2018
    Cançao para Seleção Inglës com musica Brasileira Música para Seleção Brasileira Música Oficial com Letras e Tradução em Português

    Volta a Artistas

     ------  Copyright © 1998-2018 MusicaPopular.org -----  contato webmaster

    videos letras discografia biografia article musica mp3 galeria imagens pictures